O Piloto e o Rato



Logo após a primeira Guerra Mundial jovem piloto inglês experimentava o seu frágil avião monomotor, da marca de Havilland, numa arrojada volta ao redor do mundo.


Pouco depois de levantar voo de um dos pequenos e improvisados aeródromos na Índia, ouviu um estranho ruído que vinha de trás de seu assento, percebendo logo que havia um rato a bordo e que este poderia roer a cobertura de lona destruindo seu frágil avião.


Ele poderia voltar ao aeroporto para livrar-se de seu incômodo, perigoso e inesperado companheiro de viagem, contudo, lembrou-se de que os ratos não resistem a grandes altitudes. Voando cada vez mais alto, percebeu pouco a pouco, que cessaram os ruídos que quase punham em risco sua viagem.


Assim é a vida: quando "ratos" ameaçarem destruir você por inveja, calúnia ou maledicência voe mais alto!


Se lhe agredirem: voe mais alto!

Se lhe ofenderem: voe mais alto!

Se lhe acusarem: voe mais alto!

Se lhe criticarem: voe mais alto!

Se lhe cometerem injustiças: voe mais alto!


Lembre-se: "ratos" não resistem a altitude!

Aponte a câmera

e veja nossos contatos

© 2017 GFalcão

Consutoria em TI. Todos os direitos reservados.

Uberaba/MG - Brasil

  • LinkedIn Gilvan
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon